O Ambientalista

 

    Adquiriu consciência da importância das questões ambientais somente a partir da sua mudança de São Paulo para Serra da Canastra em 1994.

    No ano de 1997 fundou com amigos a Associação Lobo-Guará para a Conservação das Águas e dos Campos Cerrados, posteriormente colaborou com a criação da  Associação de Monitores Ambientais (AMASC) e foi o coordenador da Frente Popular em Defesa da Serra da Canastra, de março de 2005 a agosto de 2007, foi conselheiro representante do Poder Público Municipal do COPAM - Alto São Francisco por três anos (2005 a 2008).

    É o idealizador do Projeto de Lei 1517/2007 que tramita no congresso nacional e propõe a criação do Mosaico de Unidades de Conservação da Serra da Canastra, em Minas Gerais, com o objetivo de proteger a região das nascentes do Rio São Francisco.

    À frente das discussões sobre os limites do Parque Nacional da Serra da Canastra, participou de duas audiências públicas na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, convocadas para discutir este tema, a primeira em 2005 (convocada pelo Dep. Laudelino Augusto) a segunda em 2007 (convocada pelo Dep. Antônio Carlos Arantes), também participou de duas outras audiências públicas sobre a Serra da Canastra na Câmara dos Deputados, a primeira em 2005 e a segunda em 2007, quando apresentou os PLs 1448 e 1517/2007. Esteve em audiência com a Ministra do Meio Ambiente (Marina Silva), com o Advogado Geral da União (Min. Álvaro Augusto) e também participou da reunião com a Casa Civíl da Presidência da República, que definiu pela criação do Grupo de Trabalho Inter-ministerial - Serra da Canastra.

    Atualmente se dedica a realização de palestras sobre os projetos de lei 1448 e 1517/2007 e atua na região do Alto São Francisco, como incentivador de ações voltadas para a Revitalização do Rio São Francisco.

 
Topo
Pagina Principal
 
Voltar